O plesk não cria o DNS do meu domínio

O plesk não cria o DNS do meu domínio

Este problema acontece quando existe alguma referência dupla ao domínio na tabela dns_zone.
Para verificar se este é o caso, execute no prompt:

"%plesk_bin%"\dbclient.exe --direct-sql --sql="select * from  dns_zone where name like 'DominioDoUsuario.com';"

Caso você tenha dois registros, este tutorial é para você.
Descubra qual é o registro certo, fazendo:

"%plesk_bin%"\dbclient.exe --direct-sql --sql="select * from  domains where name like 'DominioDoUsuario.com';"

Verifique o valor para a coluna dns_zone_id

Verifique qual registro está errado na tabela dns_zone (é o registro que não está na tabela domains – campo dns_zone_id).

Em seguida remova o registro errado, com o seguinte comando:

"%plesk_bin%"\dbclient.exe --direct-sql --sql="delete from  dns_zone where id = IdDoRegistro;"

Para finalizar, execute:

"%plesk_bin%"\dnsmng.exe update *

Como desabilitar o botão desligar (shutdown) do windows server

Esta dica é importante para evitar acidentes. Algumas vezes, ao mandar reiniciar um servidor dedicado, você pode clicar no lugar errado e acabar desligado o mesmo.

Desabilite o botão shutdown (desligar). Assim você não correrá mais este risco.

1) Clique Start — > Run (iniciar -> executar)
2) Digite “gpedit.msc” e clique em  “OK”
3) Vá em: Local Computer Policy -> User Configuration -> Administrative Templates -> Start Menu and TaskBar
4) Dê um duplo click em “Remove and prevent access to the shut down command” e então selecione a opção Enable.  Clique em Ok.

Você não terá mais o botão desligar disponível.

Como desabilitar Shell Script ( Windows Host Script )

O windows Host Script, conhecido também como shell script, permite a execução de scripts na máquina que interagem como o sistema operacional Windows. São muito úteis para manutenção e automatização de tarefas, no entanto, o uso desta ferramenta por pessoas não autorizadas podem causar sérios problemas, uma vez que ele terá controle total sobre o sistema operacional.

É claro, num servidor com as devidas permissões, um usuário comum não deverá conseguir executar nenhum script que possa causar algum estrago. De qualquer maneira, é muito difícil verificar o servidor a ponto de se afirmar com certeza que não existe nenhuma brecha na segurança. O melhor a ser feito é desabilitar a execução.

Existem duas formas básicas de resolver este problema. Na primeira delas, iremos desabilitar a execução para todos os usuários da máquina. O procedimento é:
1. Abra o prompt de comando e digite:
Digite regsvr32.exe -u wshom.ocx

Desta maneira, você estará removendo o registro do wshom.ocx, responsável pela execução do shell script.

Para registrar novamente, faça:

Abra o prompt de comando e digite:
regsvr32.exe wshom.ocx

A segunda maneira, é alterar a permissão de execução do shell script diretamente no registro do windows. O procedimento é:

1. Clique em iniciar -> executar -> digite regedit <ENTER>
2. Vá para a chave [HKEY_CLASSES_ROOT\WScript.Shell] com o botão direito do mouse nesta chave, vá em permissão (permission) e altere as permissões para permitir a execução do shell script somente para os usuários e grupos que você sabe que devem realmente utilizá-lo.

Alterando a porta de conexão no Terminal Server (terminal services)

Alterando a porta de conexão no terminal server (Remote desktop)

O terminal services é o software padrão para conexão em servidores remotos (Windows). Ele utiliza a porta 3389 para receber as conexões. Como alternativa, podemos mudar esta porta, desviando a atenção de hackers.

ATENÇÃO: Este artigo contém informações sobre alterações no registro do Windows. Antes de qualquer alteração, é importante fazer um backup, e saber como proceder para restaurá-lo caso haja necessidade.

Voltando ao artigo…

Para alterar a porta de conexão padrão no Terminal Server

1. Execute regedt32 e encontre a seguinte chave:

HKEY_LOCAL_MACHINE\System\CurrentControlSet\Control\Terminal Server\WinStations\RDP-Tcp

2. Encontre a subkey “PortNumber”. Observe que o valor padrão está “00000D3D” (hexadecimal para 3389). Modifique o valor padrão e salve.

Para se conectar do lado do cliente, no remote desktop, basta digitar o o hostname ou ip, e a nova porta de conexão.

Ex.: você alterou a porta de conexão para 3388, digite no remote desktop:

seudominio.com:3388